Ajudando Mulheres a Serem Donas do Seu Destino!

Relacionamentos Tóxicos: Fuja Enquanto há Tempo!

Como Saber se Seu Relacionamento é Tóxico e Está te Fazendo Mal?

Relacionamentos tóxicos

Relacionamentos tóxicos podem acabar com a vida de uma mulher.

Eu presenciei essa situação de alguém que é relativamente próxima a mim.

O e-mail abaixo é de uma das assinantes das atualizações do blog e, eu fiquei bastante chocada.

Por isso, resolvi escrever este artigo. Vou deixar um pedaço do e-mail aqui para vocês terem ideia do que estou falando.

Vivi uma relação abusiva que durou 7 anos… Foram violências físicas, psicológicas e sexuais…

Me sentia tão presa e intimidada que mal conseguia me mover…

A coragem só veio, quando minha filha fez 6 anos.

Eu vi o medo nos olhos dela, ele nunca bateu nela… mas a tensão era tanta que eu vivia com medo por ela…

Após o fim, vivi 2 anos como uma foragida… ataques, ameaças, perseguições

Já são 7 anos dessa separação… tive outros homens nesse período, hoje tenho 32 anos, e morro de medo de ficar sozinha…

Sou louca pra ter uma família, amor, segurança, reciprocidade, mas parece impossível…

Me tornei amargurada… sou defensiva, orgulhosa… tenho marcas que vão afetar minha vida sempre

Sou bonita, independente, simpática, engraçada… achei que isso ajudaria… mera ilusão…

Sou sozinha com minha filha, a única pessoa que me segura no mundo… mas estou no limite…

A solidão me apavora… e se eu envelhecer sozinha por causa desses traumas?

Eu sinto pavor de pensar no que posso me tornar ou do que posso ser capaz…

Será que é impossível ter alguém que me respeite, que me ame e que se permita ser amado? Será que o mundo é podre desse jeito?

Essa situação é comum, e por isso resolvi dar algumas dicas para que você lide com ela.

Neste artigo veremos:

  • Quando nosso relacionamento pode ser considerado tóxico ou abusivo.
  • Qual o perfil psicológico do homem e da mulher que se envolve nesse tipo de relação.
  • Que tipos de doenças os relacionamentos ruins podem causar.
  • Como lidar com esse problema.

Eu espero que este artigo te ajude.

1. Quando Meu Relacionamento Pode Ser Considerado Tóxico e Abusivo?

relacionamento-considerado-toxico

Para responder esta pergunta, vamos definir alguns itens..

De forma bem simples, um relacionamento tóxico é aquele que mais te atrapalha do que ajuda.

Se na sua relação acontecem ao mesmo tempo 4 destes itens, você está em um relacionamento tóxico. Se a quantidade for 8, o relacionamento é abusivo:

  • Vocês causam mal-estar (um ao outro ou em ambos).
  • Vocês se desvalorizam.
  • Vocês se ofendem.
  • Não respeitam necessidades e limites um do outro.
  • Agem de forma egoísta, pensando apenas em si mesmos.
  • São mesquinhos e grosseiros.
  • Querem mandar e mudar um no outro.
  • Querem acesso às  senhas, espiam o celular um do outro e não tem confiança.
  • Ficam doentes por causa da relação (detalhado nos próximos tópicos).
  • Sentem-se sobrecarregados com os “deveres” da relação.
  • Deixam de fazer seus Hobbies.
  • Trocam de personalidade (com a família e amigos são de um jeito, com o parceiro são de outro).

Isso deve ser suficiente para você filtrar se sua relação é positiva ou negativa.

Tenho uma pergunta importante: Porque algumas pessoas se envolvem nesse tipo de relação?

O perfil psicológico de quem vive em relacionamentos tóxicos será descrito a seguir.

[adrotate group=”15″]

2. Perfil Psicológico de Pessoas Presas em Relacionamentos Tóxicos

perfil-psicologico-pessoas-relacoes-toxicas-e-abusivas

Vamos entender a psicologia por trás dos envolvidos em relacionamentos tóxicos.

Mulheres…

Essas são as principais características das mulheres que vivem em relacionamentos ruins e prejudiciais.

… Com Baixa Autoestima

Pessoas com baixa autoestima tendem a aceitar qualquer coisa que recebem.

Como não se sentem merecedoras das coisas boas da vida, pensam:

Melhor com ele que sozinha.

o que é uma maneira destrutiva de pensar.

No desespero se envolvem com homens que não valem nem a cerveja que tomam (para não dizer outra coisa).

… Com Dificuldade em Dizer “Não” e de se Impor Quando Necessário

Algumas mulheres evitam dizer”não” para o que as prejudicam para satisfazer as vontades dele.

Uma relação só é positiva quando os limites dos envolvidos estão claros um para o outro.

Mulheres que não colocam limites se sujeitam a relações tóxicas.

Pense comigo: Como uma pessoa vai saber que você não gosta de algo se você não falar para ela?

… Submissas

Essa característica é aprendida na infância.

Se seus pais eram autoritários você desenvolveu uma personalidade do tipo:

Se eu ficar no meu canto, sem causar problemas e fazer tudo que me mandam, não vão brigar comigo.

Em um relacionamento amoroso, a pior coisa que pode existir é a submissão.

A parceria deve ser mútua, com o casal desejando o melhor para os dois, e não com um dos lados dando ordens ao outro.

… Que não Conhecem a si Mesmas

Neste artigo, falei sobre como você pode se conhecer com duas técnicas de auto coaching. Se esse é seu caso, sugiro que dê uma olhada nele depois que terminar de ler esse.

Como você irá impor seus limites se nem você sabe quais são eles?

Como você vai saber se o relacionamento está bom, se nem tem um conceito de relacionamento bom?

A frase “Conheça-te a ti mesmo”, escrita no oráculo de Delfos, é uma das maiores verdades deste mundo. Sem saber quem você é de verdade, nada poderá ser feito para te ajudar.

É exatamente como diz a Rosana Braga, “Você já tem tudo de que precisa aí dentro. Só não sabe disso ainda”.

… Que não tiveram carinho e atenção na infância

Esse caso é clássico e muito comum.

Como não tiveram o afeto na infância, querem compensar na vida adulta, e permitem que o homem faça o que quiser.

Essa necessidade de ser querida e amada é normal para todos os seres humanos. Você só precisa ter cuidado para ela não te atrapalhar.

Você deve ser capaz de se amar e de dar carinho a si mesma. Isso só será possível se você conhecer e gostar de você.

Estes são os tipos de mulheres que sofrem com relacionamentos fadados ao fracasso.

As situações acima levam uma mulher a se envolver em um relacionamento abusivo. Una isso com o homem errado e os problemas se tornam ainda mais graves.

Ah, você pode receber as atualizações do blog e descobrir como se livrar disso com as nossas dicas. Basta clicar no botão abaixo.

 

Homens…

Já percebeu que algumas mulheres parecem ter o “dedo podre”?

É estranho. Parece que só se interessam por pessoas prejudiciais e que as fazem sofrer.

A Psicologia diz que nos envolvemos com pessoas parecidas com as da nossa infância.

Como o cérebro ama a zona de conforto e já se acostumou a viver esse tipo de relação, prefere pessoas desse jeito.

Provavelmente você se relacionou com pessoas com um destes perfis na sua infância. Por isso sofre agora que é adulta:

… Controladores e dominadores

Esse tipo de homem perde a calma facilmente e vive te dizendo o que fazer. como fazer e porque fazer.

Se seus pais eram rígidos e mandões, é provável que você atraia homens deste tipo.

… Que “Não tem espaço para você” na vida dele

Quando o cara pensa muito em si mesmo e não liga para você, isso pode deixar o relacionamento tóxico.

Se seus pais eram negligentes com seu bem-estar, você tende a se atrair por pessoas que lhe tratam assim.

… Que sofreram e foram feridos na infância

Há homens que sofreram muito na infância e trazem essas mágoas e tristezas para a vida adulta.

Por essa carência, são “vampiros emocionais” que sugam toda a energia do parceiro.

Alguns cuidaram de seus irmãos no lugar dos pais e viraram super protetores.

Há dois motivos que podem fazer você se atrair por esses tipos de homens:

… Narcisistas e manipuladores

Esse é o cara mais perigoso de todos.

Eles fingem se importar com as pessoas e se conectam profundamente com elas; mas só pensam em si mesmos.

Se seu parceiro é manipulador, ele costuma jogar a culpa dos problemas da relação em você.

Você pode ter vivido com pessoas que te colocavam “pra baixo”, por isso se atrai por elas hoje.

… Egoístas

Homens egoístas são menos perigosos que os narcisistas.

O egoísta assume que só se importa com ele, deixa bem claro que não liga a mínima.

Talvez seus pais fossem assim com você e hoje você se conecte com esse tipo de homem.

Agora que entendemos que:

“mulheres” + “homens” + “psicoses” = “relacionamentos tóxicos”

vamos ver que tipos de doenças essas relações podem causar em nós.

Está gostando do artigo? Siga as atualizações do blog e receba as dicas exclusivas.

[adrotate group=”15″]

3. Algumas doenças causadas por relacionamentos tóxicos

doencas-relacionamentos-toxicos-e-abusivos

Se imagine na seguinte situação:

Você sempre anda “pisando nos ovos”, sofrendo acusações, ameaças, pressão psicológica e “joguinhos mentais”.

Imagine como é viver essa vida por 10 anos seguidos.

Agora, me responda:

Como seu corpo ficará após 10 anos nessa vida?

Pois é. Ele ficará seriamente prejudicado.

Algumas pessoas se relacionam com pessoas tão prejudiciais que acabam sofrendo com:

Depressão Ansiedade Pânico
Bruxismo Alterações hormonais Ganho ou perda de peso exagerado
Problemas de insônia Asma Queda exagerada de cabelos
Taquicardia Fibromialgia Problemas de intestino
Candidíase recorrente AVC Infarto

Eu não sou médica, mas essas doenças podem significar que seu corpo que já sofreu muito.

Ele está chamando a atenção para um problema grave.

Se você não ficar doente,  vai ter traumas igual aos da mulher do e-mail que mostrei no começo deste artigo.

Espero que isso seja suficiente para te fazer sair desse tipo de relação o mais rápido possível.

Inclusive, esse é o tema do tópico a seguir.

4. Como se livrar dos relacionamentos tóxicos e ser novamente feliz

como-se-livrar-relacionamentos-toxicos-abusivos

Vou tentar ser o mais breve possível, portanto, vamos às dicas.

Você pode tentar reparar a relação usando as dicas de 1 a 3.

Se quiser pular fora, passe para o tópico “Como se livrar das relações tóxicas”.

Como reparar uma relação tóxica

1. Saiba o que você quer

O que você espera de um relacionamento? Se você não sabe a resposta, temos um sério problema.

Sabendo o que você quer, pode tomar a decisão: insistir ou acabar com o relacionamento tóxico.

Pergunte-se:

  • Está valendo a pena ficar com ele?
  • Na maior parte do tempo, eu estou feliz ou triste com ele?
  • Nos sentimos bem na companhia um do outro?
  • Nossos objetivos se alinham?
  • O que é um relacionamento feliz para mim?

Com base nas respostas, tome sua decisão.

2. Dar mais valor a si mesma e a quem gosta de você

Se ame. Se adore. Goste de si mesma.

Descubra suas qualidades (saiba como neste artigo), saiba quem você é.

Quais são seus atributos preferidos? Seu corpo? Sua inteligência? Seu charme? Por que você é especial para você mesma? O que gosta de fazer? Onde gostaria de estar agora?

Invista nos seus Hobbies, gaste tempo consigo mesma e viva a vida. Isso faz um bem tremendo.

Se cerque de pessoas especiais e que te fazem bem, que te amam e gostam de você pelo que você é, e não pelo que faz para elas.

3. Aprenda a se impor

No artigo sobre escuta ativa mostrei como ela é eficiente para conversar com as pessoas.

Os artigos sobre discutir a relação e comunicação não violenta complementam esse tópico.

A ideia geral é dizer o que sente, como sente e porque sente para a pessoa abusiva. Como fazer isso? Dê uma lida nos artigos que citei no parágrafo anterior. Não repetirei o conteúdo deles aqui.

Como se livrar de relações tóxicas e ruins

O processo envolve basicamente uma mudança de pensamentos.

As limitações que impedem as mulheres de saírem desse tipo de relacionamento são:

1. Pensar que não são boas o bastante para reconstruir a própria vida

Você já ouviu tantas críticas que acabou se sentindo incapaz de viver outra vida. A pessoa já fez você se sentir o verme das fezes do carrapato de tanto que te humilhou e maltratou.

A dependência emocional atinge níveis altos e a relação se torna mais doentia a cada dia. É um ciclo vicioso.

Isso pode ser mudado com terapia ou sessões de coach. Há cursos como o “Viva o Amor Que Você Merece” que podem ajudar também.

Tente escrever os adjetivos que ele usa em você e pergunte para alguém de sua confiança, se concorda com ele.

Isso deixará claro que o problema é ele, e não você.

Não conseguir manter os filhos ou ter outros no futuro

Isso é mais comum para mulheres com mais de 35 anos.

Na separação, quando a mulher fica com a criança, as vezes tem medo de não conseguir criá-la..

Se ela ainda não teve filhos, teme que está muito velha e que nenhum homem vai desejá-la.

Essas crenças são tolices, mas nosso inconsciente não sabe disso.

A única solução aqui é mudar as crenças usando PNL (programação neurolinguística).

Há um monte de exercícios que ajudam com isso neste site.

Essa não é a hora certa

Essa é clássica. A mulher vai adiando, adiando, adiando e nunca toma a atitude necessária. Vai desculpando, cedendo, relevando, entendendo e nunca age.

Escreva o que você espera de um relacionamento e converse com ele. Se a negligencia continuar, você já sabe o que deve fazer…

Enrolar não resolve nada. Quer viver assim o resto da vida?

Medo de que aconteça algo ao parceiro

A mulher as vezes acha que é a culpada pelos maus tratos sofridos da parte dele.

Com isso, pensa que ele a ama e que está desesperado para melhorar a relação e faz isso apontando os erros dela.

Talvez tema que ele se suicide e não vão embora, afinal, os sentimentos ainda são fortes.

Como agir então?

Simples: Desenvolva uma autoestima poderosa e entenda que você não é a Mulher Maravilha.

Salve a si mesma. Se der para salvá-lo, bem. Se não der… paciência. Faz parte do jogo.

Medo de que o parceiro faça uma loucura

Homens agressivos podem ameaçar os filhos ou  a ex-mulher como já vimos em algumas notícias na TV.

Esse caso é complicado,  minha dica aqui é: Quando for terminar a relação, explique tudo.

Mostre a ele que vai ser melhor para vocês dois a separação.

Leia esses artigos. Eles ajudarão com isso:

[adrotate group=”15″]

Medo de que ele encontre alguém melhor e viva um relacionamento feliz

Essa é a clássica dor de cotovelo.

O relacionamento de vocês era ruim, mas então, ele conhece alguém e voilà. Tudo fica lindo e maravilhoso. Você nunca o viu tão feliz como atualmente.

O sentimento que se segue é de “Nossa, o problema era eu mesmo”. Se você ficar pensando muito nisso, certamente ficará depressiva.

A solução aqui é “tocar o foda-se”. Se não deu certo com você, mas deu com a outra, bom para ele. E é um sinal de que vocês não eram mesmo compatíveis.

Comemore que ele achou alguém, isso te deixa seguir em frente e encontrar um novo amor.

Quando eu escrever sobre “Como se livrar de relacionamentos passados” falarei mais sobre isso.

Se estiver interessada, faça parte da lista de assinantes do nosso blog. É gratuito.

 

Concluindo

Eu tentei abordar todos os pontos das relações tóxicas e espero que tenha lhe ajudado a lidar com ela.

Te peço que comente abaixo para eu saber o que achou do artigo e se tem alguma dúvida que posso responder.

Ah, não esqueça de compartilhar com suas amigas nas redes sociais. Acredito que seja do interesse delas também.

Um beijo e até o próximo artigo.